Blog » 2013 » Dezembro » 26 » Natal é a Black Friday dos aplicativos

Natal é a Black Friday dos aplicativos

Quando a Walt Disney Co. começou a estudar a melhor época para lançar neste ano uma versão para iPad do “Club Penguin”, seu popular jogo on-line para criança, apenas uma data veio à mente.

“Foi tudo projetado pensando no Natal”, disse Chris Heatherly, diretor do Club Penguin. Durante a semana do Natal a Disney prevê conseguir metade de seus assinantes anuais para o jogo que reproduz um mundo virtual - e principalmente no dia de Natal. “Esse é, definitivamente, nosso horário nobre”, disse ele.

A estratégia da Disney mostra como o Natal se tornou o dia mais lucrativo do ano para desenvolvedores de aplicativos móveis, no que é, agora, o equivalente à Black Friday para os varejistas ou uma Cyber Monday para empresas de comércio eletrônico.

Isso ocorre porque 25 de dezembro é o dia em que as pessoas desembrulham os smartphones e tablets que ganham de presente - o que impulsiona muitas pessoas a imediatamente baixarem jogos, ferramentas de produtividade e outros aplicativos da App Store, da Apple Inc., e da Play Store, da Google Inc.

Neste Natal deverá ser estabelecido um outro recorde para downloads de aplicativos, após 328 milhões de downloads no último 25 de dezembro - o dia de maior movimento na história-- e 36 por cento acima de 2011, segundo a empresa de análises Flurry.

Segundo uma consulta da Harris encomendada pela empresa de aplicativos móveis e testes de sites Soasta, 30 por cento dos americanos planejam baixar um aplicativo em 25 de dezembro.

“Uma das primeiras coisas que você faz quando ganha um presente novo em folha é testá-lo”, disse Marcos Sanchez, vice-presidente da App Annie, uma empresa que mede downloads de aplicativos. “É o tripé mágico de algo novo, tempo para perder e vontade de preencher seu tempo com coisas divertidas”.

Preparação dos desenvolvedores

Enquanto muitos desenvolvedores, como a Disney, planejam o ano todo sua corrida de Natal, uma blitz final ocorre nas últimas semanas do ano. Os escritórios da Apple fecham entre 21 e 27 de dezembro, levando os fabricantes de aplicativos a correr para disponibilizarem e terem suas atualizações aprovadas dentro do prazo. Um atalho da Apple na página inicial da App Store garante uma enxurrada de downloads.

A Apple disse neste ano que 2 bilhões de aplicativos foram baixados em dezembro do ano passado, um recorde mensal. Tom Neumayr, porta-voz da empresa de Cupertino, Califórnia, preferiu não fazer mais comentários. Christopher Katsaros, porta-voz da Google, com sede em Mountain View, Califórnia, não respondeu aos pedidos por comentários.

Alguns desenvolvedores usam táticas simples para atrair a atenção, como novos títulos, reduções nos preços e a busca por publicações na imprensa. Outros usam campanhas de anúncios digitais para manipular os rankings da Apple ao garantir um certo número de downloads e uma melhor visibilidade na App Store. Embora a Apple venha tentando reprimir essa estratégia, a prática persiste.

“Há uma competição para assegurar que seu aplicativo está classificado e que os desenvolvedores de aplicativos vão para todas as plataformas de distribuição que possam ter em mãos”, disse Siqi Chen, cofundador da Heyday, que lançou seu aplicativo de diário digital neste mês para capitalizar com o pico do Natal. Ele disse que sua empresa não paga por downloads.

Algumas empresas não medem esforços para assegurar que seu aplicativo esteja preparado para uma inundação de usuários. Mikael Berner, criador do aplicativo EasilyDo Inc., que é um assistente pessoal, no ano passado pagou para que seus servidores suportassem uma explosão de 10.000 downloads em uma hora para ter certeza de que poderia atender a corrida dos consumidores. O teste ocorreu sem problemas e a empresa comemorou com Berner vestindo um colete de Natal e servindo eggnog, bebida tradicional do Natal, caseiro.

Neste Natal, Berner disse que terá pessoas no escritório para monitorar os downloads, especialmente ao redor das 9 da manhã em cada fuso horário, quando os presentes estão sendo desembrulhados. “Se você decepcionar alguém durante o momento eufórico em que esta pessoa está baixando o aplicativo no Natal, ela se lembrará”, disse ele.

Via: Exame
Categoria: Top Apps  |  Autor: WWD  |  Data:  |  Visualizações: 604  |  Comentários: 0

Destaques

Comentários
Escreva um comentário
avatar