Blog » 2014 » Junho » 4 » Apple: Colocando médicos, treinadores e nutricionistas no seu bolso

Apple: Colocando médicos, treinadores e nutricionistas no seu bolso

Foi um longo dia. Com reuniões de nove da manhã às cinco da tarde, quase não houve tempo para almoço e lanche nos intervalos. Então muitos se entupiram de doces e salgados na lanchonete e aproveitaram o momento para levar um pedaço de pizza na volta pra casa. Quando você insere essas informações nutricionais no aplicativo de monitoramento de saúde no iPhone, você recebe uma notificação de que você excedeu sua quantidade de calorias permitida por dia, aruinando seus objetivos de perda de peso. Sentindo-se culpado, você parte pra uma corrida no parque com a ajuda de um aplicativo pra contar quantas calorias você precisa perder para recompensar o prejuízo. Sentido-se super bem depois da corrida, você recebe uma mensagem do seu médico pedindo pra você lembrar de ter uma boa noite de sono para ratificar as camadas irregulares do sono que ele esteve monitorando através de um aplicativo de relatório de saúde diário. Você responde que tá tudo bem. Essa é uma imagem do futuro que a Apple está visionando com o aplicativo HealthKit, um dos recursos mais interessantes da então apresentação do iOS 8. A Apple está tentando unificar e compartilhar os dados disparados de seus aplicativos de saúde e forma uns com os outros e - se você quiser - com o seu hospital conveniado. Com o HealthKit, a Apple pretende ser o produto pioneiro para os seus objetivos de saúde. É mais um objetivo ambicioso, mas também é um objetivo necessário pelo crescimento da área de malhação. E, é claro, isso deixa umas pistas pro tão cobiçado iWatch. Fotos do Aplicativo HealthKit & Health:

Antes de entrar em detalhes sobre o HealthKit, vamos nos aprofundar um pouco no que ele é. É um conjunto de ferramentas essencial que permite que desenvolvedores integrem dados de saúde em outros aplicativos, incluindo um da Apple que se chama Health, o qual armazena todas as informações em um hub central. Atualmente, a troca de informações entre aplicativos e aparelhos diferentes não é possível - você não pode sincronizar dados, por exemplo, do Fitbit com outro aplicativo. Com o HealthKit, os desenvolvedores podem criar esse tipo de sincronização externa. Isso significa que você pode usar aparelhos e aplicativos de empresas diferentes - digamos que um Nike FuelBand, um aparelho Medidor de Pressão Arterial e um Sistema Sem Fio de Monitoramento Inteligente de Glicose do iHealth - e receber informações de todos eles juntos no aplicativo de Saúde da Apple, que serve como um painel de controle para os seus dados de saúde e forma. Os aplicativos poderiam também se comunicar entre si, como uma sincronização de nutrição do aplicativo com um aplicativo de musculação para calcular quantas calorias você precisa queimar para perder peso extra. É óbvio que o HealthKit poderia muito bem ser o motivo da criação do iWatch, o aparelho no qual a Apple vem trabalhando por um tempo. Nós imaginamos que ele poderia ser utilizado para sincronizar com o aplicativo de saúde da Apple, assim você poderia ver todos os seus dados físicos neste aparelho amarrado no seu pulso, independentemente de onde você estiver. Depois do rumor de que a Nike estaria acabando de produzir o FuelBand, nós criamos esperanças de ouvir mais de uma suposta parceria da Nike com a Apple à frente disso, mas infelizmente isso não aconteceu. Porém, a Apple usou sim o Fuel da Nike no placo para demonstrar um dos aplicativos que é compatível com o HealthKit, então quem sabe se isso não é uma dica de que essa parceria possa se tornar real. Mas a parte interessante disso é seu potencial de habilitar aplicativos rastreadores de forma e saúde que estão aí para trabalhar junto. Você usa tanto o Fitbit quanto o FuelBand? Não tem problema, pois o aplicativo de saúde poderá rastrear as informações de ambos os aparelhos. Ele te dá uma visão ainda mais geral de sua saúde, como você pôde bem ver como a falta de sono afeta sua pressão arterial, por exemplo. Isso permitiria também que uma ação mais avançada e íntima com o cuidado com a saúde fosse feita, permitindo que os pacientes interajam com seus médicos em tempo real. Isso lhe permite, junto com seu plano de saúde, fazer decisões mais coerentes para melhorar seu bem estar geral.

Contudo, para o HealthKit sobreviver ao seu potencial, uma grande falta de desenvolvedores será necessária terá que entrar no barco. Com certeza há um forte incentivo para os mesmos fazer isso, mas os grandes nomes precisam estar envolvidos além da Nike. Felizmente, o Withings, Fitbit e iHealth já parecem estar na pauta, mas esperamos que aplicativos menores como o MapMyRun e o Strava entre nessa também. O HealthKit é exclusivo do iOS 8 por enquanto, então provavelmente não será compatível com outros aparelhos iOS ou aplicativos para desktop no OS X, que pelo menos dá uma pista de que a Apple ainda está em fase de testes com o HealthKit. Independentemente disso, o futuro do HealthKit é ótimo se a Apple conseguir lançá-lo com êxito. Permitir que aparelhos e aplicativos diferentes falem um com os outros faz do iPhone uma ferramenta de saúde essencial. Via: Engadget
Categoria: Top Apps  |  Autor: WWD  |  Data:  |  Visualizações: 640  |  Comentários: 0

Destaques

Comentários
Escreva um comentário
avatar